About

-Contemplar aquilo que ainda não enxergo é ver com os olhos do coração a beleza que pode vir a brotar em um sonho que ainda está além de se realizar. Gosto de olhar as possibilidades, deixando que a razão veja  de fora para dentro, travando o  que de menos bom existe ao redor destes tempos , a visão na vertical  torna-me confiante que as possibilidades existem-. Ilda Pinto

Ilda Pinto Almeida é natural do distrito de Viseu região de Lafões- Beira Alta

Frequentou o Curso Geral de Admnistração e Comércio na Escola Comercial e Industrial onde concluiu e obteu o seu diploma.

Emigrou para os Estados Unids da América em 1986 onde continua a residir, mantendo sempre ligação à sua terra.

Em 2007 formou-se em Floral Design, no Union County College de Crandford – New Jersey

Além da escrita tem as artes plásticas como passatempo onde tem participado em várias exposições colectivas tanto nos Estados Unidos como em Portugal.

Participa regularmente em colectâneas, contando com mais de cinquenta a nivel nacional e internacional. Tem trabalhos nas Revistas  Divulga Escritor, Revista Neolatina Philos e  Alma Lusa,  e  ainda participa em  vários concursos de literatura, nomeadamente no Brasil, Latino América e em Portugal, contando com vários prémios e destinções ao longo de dez anos;

Em 2014  recebe o Prémio Literacidade e vê a sua obra em 2015 ser apresentada na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra durante o Congresso “Digital Literatures” e incorporada nos estudos emigratórios do livro” Escrita de Si, Resistência e Emponderamento” da antropóloga Elsa Lechner que fez um estudo em New Jersey sobre emigração, financiado pela Comissão Fulbright/Instituto de Camões para investigadores visitantes, sobre emigração portuguesa em New Jersey.

Em 2015 recebe o Prémio Clarice Lispector,- Prémio Escritor Lusófono,- Comenda Ubiratam de Castro, e faz parte da coleção de poesias do Prémio Escriba.

Em 2016 recebe em terceiro lugar no Prémio Castro Alves, recebe a menção honrosa do Prémio Impalpável Poeira das palavras, faz parte das obras do Prémio Armando Hart Davalos,- Prémio Flor do Ipê.

Em 2017 vê o seu trabalho reconhecido pelo importante e reconhecido prémio  Prémio Anim’Arte de Literatura.

 Em 2018 recebe nos Estados Unidos pela comunidade latino-americana o Prémio Artesanos Del Corazon em Cartas de Amor, carta premiada pode ser lida no livro “ Ouro Azul” (2020).

Em 2019 é convidada a participar do projecto Maio Florido /CONVERSOS 2019 pela  Associação Recreativa e Cultural de Santa Cruz da Trapa

É autora dos livros;

Ele é também poesia, 2009 Tecto de Nuvens

Quando o Sol deixa de brilhar,( contos/memórias) Sinapis Editores, 2014

Sinfonia de Amores (poesia), 2016 Modocromia

Chuva de Graça (poesia) 2018 Tecto de Nuvens

2016 Lançamento/ Antropóloga Dr. Elsa Lechner/Sr. Presidente CMV Eng.Rui Ladeira/Professora Alda Pinho
Lançamento 2014 no Banco do Brasil NY
2018
Lançamento do Livro Chuva de Graça com o Eurodeputado Dr. Fernando Ruas/ Sr. Presidente CMV Eng. Rui Ladeira-2018
2018 Apresentação do Livro ” Chuva de Graça” ao PISC Motards

Além da escrita tem participado em exposições colectivas na área de arte mista de colagens sobrepostas juntamente com as artes plásticas e pintura. Tem participado em exposições colectivas em New Jersey e Nova York.

Em 2010/ 2011, Open Doors NJ, com varias obras e também como assistente de curadora. Participou também; Seton Hall University NJ , Exposição Internacional “A Bilha” e  ainda na Migration Art Expo 2012 nas Nações Unidas em Nova York.

Em 2013, participou da exposição do dia Internacional das mulheres como uma das curadoras , com a colaboração e direcção do consulado Português e o instituto de Camões, em Newark NJ. Posteriormente em Perth Amboy na exposição Faces and Glazes com a colaboração da Sr. Mayor Wilda Diaz.

Mais tarde na exposição colectiva do dia de Portugal,  no Ironbound Multicultural Festival, organizado pelo East Ward Councilman Augusto Amador..

2016  no Global Projectes na Broadway Gallery NYC, NJMC Flyway Gallery no Meadowlands Commission em New Jersey.  Também com um trabalho a nível internacional na Na Galeria de Arte da Falcoaria Real em Portugal a convite da Camâra Municipal de Salvaterra de Magos em parceria com a editora Modocromia .

Recepiente do Certificado dos 350 anos da Cidade de Newark em reconhecimento do 4th anual Ironbound Multicultural Festival, de Newark,como finalista  de entre os melhores vinte e seis trabalhos dos  mais de quatrocentos expostos.

2018 tem participações colectivas com as Comunidades Hispanicas de New Jersey mais propriamente com o Consulado de El Salvador , em coloboração com a Senhora Consul Licda Ana Lorena Siria de Lara e, organização do Colectivo de Artistas de New Jersey,  Maestro Y Curador Amado Mora , colminando na aquisição de uma obra para o Consulado.

Exposição na Rutguers University no Simposio  de Direchos Humanos, Artes Éscenicas no Centro de Artes de Julia Burgos em NY

 Em julho deste mesmo ano é convidada a  PLASMAR LAS HUELLAS EN LA OBRA DE ARTE EL PODER DEL INMIGRANTE DEL CANTOR Y PINTOR BRAULIO JIMÉNEZ , tornando-se assim na primeira portuguesa a participar no projecto onde é destacada a política, liderança e arte, dedicado a todos os imigrantes nos EUA. Um projecto a nível internacional.

Ana Lorena Síria  de Lara, consul de El Salvador, distingue Ilda Pinto com uma carta assinada pelo governo Salvadorenho, direcionada à sua contribuição  nas artes. Ainda recebe uma distinção, pelo Estado de New Jersey, assinada pela Senadora Teresa Ruíz, pela sua contribuição na  exposição e escritos sobre violência doméstica. É homenageada na sua terra natal a 4 de agosto de 2018, apresentando ao mesmo tempo o seu quarto livro “ CHUVA DE GRAÇA” e, entrega a uma peça de arte ao espólio da Camara Municipal de Vouzela , criada em 2012 nos EUA, no âmbito do projecto internacional “A BILHA”. Esta peça  é alusiva à sua partida, não deixando contudo de identificar todos os que de alguma forma também saíram.

Em 2019 participa no Primeiro Festival de Arte Infantil em NY e faz a primeira Exposição de  Arte Sacra em NY pelo Instituto LatinoAmerica.

Ultimamente tem dedicado bastante do seu tempo à escrita infantil que a fascina, desejando alcançar os mais pequenos com textos didáticos, na esperança que a porta se abra para entregar de coração aquilo que sabe.

2011 Open Doors
2012 Exposição Internacional “A Bilha”
Broadway Gallery NY -2013 Global Projects Artists at Home and Abroad
2013 NJMC Flyway Gallery no Meadowlands Commission em New Jersey
2012 Emigration Art Expo/United Nations NY
2016 Ironbound Multicultural Exhibition com Variador Augusto Amador
Recepiente do Certificado dos 350 anos da Cidade de Newark em reconhecimento do 4th anual Ironbound Multicultural Festival, de Newark,como finalista  de entre os melhores vinte e seis trabalhos dos  mais de quatrocentos expostos
2018 Reconhecimento do Consulado de El Salvador / Sr. Consul Ana Lorena Siria de Lara
Arte Postal Aviles Espanha