Literatura

Natal numa chávena especial!

Natal numa chávena especial , não de café, mas de leite com cacau.

É tradição em dias de advento e temperaturas frias, beber algo muito clássico num copo de forma longa,(caneca) com dois ingredientes especiais, e bem quente.

Grandes e pequenos veneram este chocolate em pó, quente, que seguram entre as mãos que as aquece,  e o corpo também.

Pode ser bebido com marshmallow’s  que á superfície temam em boiar mantendo sempre a caneca a transbordar.

É uma grande tradição quanto a esta arte de saber saborear um hot chocolate. Nem todo o lugar é propicio a satisfazer o sabor sensacional desta bebida tão requisitada pelo Natal. É preciso estar frio e sentir um certo aconchego ao mesmo tempo .

 O hot chocolate está associado ao frio, ao inverno e,  é tradição ir cortar a árvore de Natal de caneca na mão. Ao mesmo tempo que se vai bebendo esta doce e apelativa bebida que aquece o bafo mais fumegante no pinhal propositadamente criado  para esta época.

Nos States diz-se que esta bebida natural aumenta a microcirculação da nossa pele, aquecendo-nos. Ainda se descobriu,  que a abundância  de produtos químicos que este alimento feito com base na amêndoa fermentada e torrado do cacau, que  a sua origem remonta às antigas  civilizações ,  desencadeia o cérebro para liberar endorfinas que incluem sentimentos de calma. E realmente o que é preciso neste processo do corte da árvore, é calma. Paciência   para percorrer um enorme espaço com a família,  até ser encontrada a árvore mais perfeita aos olhos de uma dúzia de familiares! Claro que já podem começar a imaginar todo o concerto falatório do momento . E depois, existe a questão de não só escolher a melhor árvore de Natal, como é fundamental escolher uma sem ninhos de nada que nos faça arrepiar. Para depois chamar os homens da familia para o corte fina, mas  é obrigatória a ajuda dos mais pequenos que explodem numa gritaria, fantástica.

Agora que dezembro chegou, e árvore também,  estou pronta para tudo o que o Natal tem a oferecer. Fazendo-me acompanhar da mais fantástica bebida da época, claro que não posso esquecer um belo Eggnog , mas este é mais para clima festivo, pelo menos para mim. Assim,  inicio tudo o que se liga a uma estação festiva, incluindo um pequeno texto escrito para recordar mais tarde.

 Vinte e cinco dias de Natal, onde todos os dias há o conforto de uma caneca de chocolate quente no envolvimento do seio  familiar e  dos enfeites natalícios daquela árvore inspiradora , que não foi tarefa fácil, e, de todo o trabalho harmonioso de pendurar todas as luzes cintilantes.

Claro,  que não posso esquecer o esforço para embrulhar perfeitamente os presentes para todos na lista, que ninguém pode ver, ao som  de um fundo musical natalino e uma chávena que no momento leva a imaginar o Hot Chocolate no North Pole  .

Com tantas aventuras,  pode ser difícil lembrar o que é verdadeiramente o Natal. Mas são estas andanças que nos trazem o verdadeiro espírito natalino. Sentir a magia da caneca cheia de leite quente  com chocolate em pó. Acreditar que o impossível é possível, celebrando  o aniversário de Jesus ,fazendo uma reflexão sobre as bênçãos que recebemos durante todo o ano… é  este o Natal. Natal é onde o amor está. Ele que é a razão desta festa,  é o meu salvador e me alegro porque Ele vive.

Advertisement

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s